Siga nossas Redes Sociais

Novena a Santos Luís e Zélia Martin, padroeiros da Comunidade Olhar Misericordioso

03/07/2022 . Formações

Santos Luís e Zélia Martin foram pais de Santa Teresinha do Menino Jesus e também os primeiros cônjuges a serem canonizados juntos. Os santos esposos colocaram Deus no centro da família, construindo dia após dia um ambiente cheio de fé e amor; e, neste clima, a santidade da família foi sendo formada diariamente, com muita perseverança e fidelidade.

Que esta Novena possa conduzir-nos a vida da Família Martin, e nos estimule a invocar a intercessão deste santo casal, para que nós também possamos abrir mais e mais espaço para Deus em nossas vidas como indivíduos e como família.

Sua festa litúrgica é celebrada dia 12 de julho. O casal é padroeiro da Comunidade Olhar Misericordioso.

Para baixar versão de leitura em celular clique aqui

 

PRIMEIRO DIA

 Pelos que buscam discernimento da vocação

Durante sua juventude, antes de se conhecerem, Maria Zélia e Luís Martin queriam dedicar suas vidas a Deus. Ambos tentaram a vida religiosa, mas não foram aceitos pois Deus tinha outros planos: sua vocação era o matrimônio.

Santos Luís e Zélia Martin, nós vos pedimos que intercedeis por todas as pessoas que buscam discernir sua vocação, (entregue as pessoas que você conhece que estão em discernimento vocacional) que o Espírito Santo mostre o caminho e as conduza ao encontro da vontade do Senhor.

Vinde Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis e acendei neles o fogo do Vosso Amor. Envia o Vosso Espírito e tudo será criado e renovareis a face da Terra. Deus que instruístes os corações dos vossos fiéis com a luz do Espírito Santo, fazei que apreciemos retamente todas as coisas segundo o mesmo Espírito e gozemos sempre da sua consolação, por Cristo Senhor nosso. Amém. 

Santos Luís e Zélia Martin, rogai por nós e por nossas famílias.

Pai Nosso, Ave Maria, Glória ao Pai.

Tudo por Jesus, nada sem Maria!

 

SEGUNDO DIA

Pelos vocacionados ao matrimônio

Luís e Zélia se encontraram pela primeira vez em abril de 1858 na ponte São Leonardo. Ela ficou impressionada com este “jovem de nobre fisionomia, semblante reservado e modos dignos”, e sentiu que uma voz interior lhe dizia que ele seria seu futuro marido.

Santos Luís e Zélia Martin, nós vos pedimos que intercedeis pelos vocacionados ao matrimônio. Pelos solteiros, que aguardem com paciência o encontro com a pessoa escolhida por Deus e que tenham sabedoria para, como Santa Zélia, compreender quem é a pessoa certa. Pelos namorados e noivos, que saibam usar o tempo para discernir sobre os planos de Deus para cada um e para o casal. (coloque aqui suas intenções)

Jesus manso e humilde de coração, fazei nosso coração semelhante ao Vosso. 

Santos Luís e Zélia Martin, rogai por nós e por nossas famílias.

Pai Nosso, Ave Maria, Glória ao Pai.

Tudo por Jesus, nada sem Maria!

 

TERECEIRO DIA

Por casamentos santos

Luís e Zélia se casaram na noite entre 12 e 13 de julho de 1858, apenas três meses após se conhecerem. O casamento civil foi realizado no município de Alençon, às 22h do dia 12, e o matrimônio religioso, à meia-noite, como era costume naquela época, na igreja de Nossa Senhora. Zélia registrava nas cartas sobre seu amor por Luís: “Sua esposa que te ama mais do que a sua vida” e “Te abraço tanto quanto eu te amo”. Ambos levaram uma intensa vida espiritual composta por Missa diária, oração pessoal e comunitária, confissão frequente e participação em atividades paroquiais.

Santos Luís e Zélia Martin, nós vos pedimos que intercedeis pelos namorados, noivos e casados, que sejam conduzidos a um matrimônio santo. Que sejam fiéis, dedicados e amorosos um para com o outro e olhem, juntos, em direção à vontade de Deus para a família. Que sejam abençoados com a providência divina e com os filhos que o Senhor lhes enviar. Que tenham sabedoria, perseverança e equilíbrio para formarem famílias santas. (coloque aqui suas intenções)

Santos Luís e Zélia Martin, rogai por nós e por nossas famílias.

Pai Nosso, Ave Maria, Glória ao Pai.

Tudo por Jesus, nada sem Maria!

 

QUARTO DIA

Pelas gestações

Luís e Zélia Martin tiveram nove filhos, dos quais sobreviveram cinco meninas. Quatro faleceram precocemente (2 meninas e 2 meninos). Para Zélia, assim como para seu esposo, foi muito difícil lidar com a perda das crianças, mas sua fé lhe permitiu crer que seus filhos estavam melhor com Deus. Apesar da tristeza que tomava conta de seu coração, ela afirmou sentir felicidade por ter filhos no céu, pois, segundo anotou numa carta, “Deus me mostrou de forma notável que Ele aceita meu sacrifício”.

Santos Luís e Zélia Martin, nós vos pedimos que intercedeis pelos casais que tentam engravidar, que recebam a graça da fertilidade e da saúde para que os bebês sejam gerados, gestados, se desenvolvam e nasçam sob a proteção de Nossa Senhora. Por todas as gestações em andamento, que mães e filhos sejam protegidos de todos os males e abençoados com saúde e paz. Pedimos pelas crianças não nascidas, mortas no ventre materno e abortadas, que sejam cuidadas pela Mãe de Misericórdia e intercedam por seus pais. Pedimos pelos pais que perderam filhos de qualquer idade, que saibam, como Santa Zélia, oferecer sua dor como sacrifício e que sejam consolados pela fé que seus filhos estejam no céu, junto de Deus e por Nossa Senhora que se conhece o tamanho dessa dor e se compadece. (coloque aqui suas intenções)

Salve Rainha, Mãe de misericórdia. Vida, doçura, esperança nossa, salve. A vós bradamos, degredados filhos de Eva. A vós suspiramos, gemendo e chorando neste vale de lágrimas. Eia, pois, advogada nossa. Esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei. E, depois desse desterro, mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre. Ó clemente, ó piedosa, ó doce sempre Virgem Maria. Amém.

Santos Luís e Zélia Martin, rogai por nós e por nossas famílias.

Pai Nosso, Ave Maria, Glória ao Pai.

Tudo por Jesus, nada sem Maria!

 

QUINTO DIA

Pelos educação dos filhos

Santos Luís e Zélia transmitiram a todas as filhas o amor a Deus e ao próximo. Além disso, seus negócios não foram um impedimento para gastar tempo de qualidade com elas. “Amo crianças com loucura, eu nasci para tê-las”, expressou Zélia em uma de suas cartas. Em seu livro “História de uma alma”, Santa Teresa do Menino Jesus escreveu o seguinte sobre os momentos que compartilhavam juntos: “Quão alegres eram aquelas festas familiares!”.

A doença não impediu santa Zélia de cuidar de sua família com rigor. Não a impediu de ter uma rotina cansativa, pois com valentia cuidou da sua empresa, dos seus funcionários e da sua família sem descuidar da sua espiritualidade e da espiritualidade dos seus filhos e marido.

A família Martin não poupou tempo para Deus em nenhum de seus dias. A oração em família era diária, assim como a santa Missa.  E foi assim que Zélia formou sua santa família. Zélia tinha uma compreensão muito particular sobre a sacralidade da maternidade graças a um sacerdote com quem certa vez se confessou logo que se casou. Ela acreditava que os filhos são para povoar o céu. “Para mim, os nossos filhos foram uma grande alegria, então eu queria ter um monte deles, a fim de criá-los para o céu” (Carta 192). E assim ela os criou.

Santos Luís e Zélia Martin, nós vos pedimos que intercedeis por todas as famílias, para que os pais saibam educar seus filhos na fé e zelar pela salvação de suas almas. Que consigam prover as necessidades espirituais e materiais de suas famílias, manter a paz, a alegria e o diálogo entre todos. Que saibam dar exemplo de amor, de misericórdia e de santidade, espelhados na família de Nazaré e sob sua proteção. (coloque aqui sua intenção)

Santos Luís e Zélia Martin, rogai por nós e por nossas famílias.

Pai Nosso, Ave Maria, Glória ao Pai.

Tudo por Jesus, nada sem Maria!

 

SEXTO DIA

Pela vocação dos filhos e pelos vocacionados à vida religiosa e ao sacerdócio

O casal Martin criou cinco meninas que dedicaram suas vidas a Deus. Maria (22 de fevereiro de 1860), carmelita em Lisieux, chamada “Irmã Maria do Sagrado Coração”, morreu em 19 de janeiro de 1940. Paulina (7 de setembro de 1861), chamada “Irmã Agnes de Jesus” no Carmelo de Lisieux, que morreu em 28 de julho de 1951. Leônia (3 de junho de 1863), chamada “Irmã Françoise-Thérèse”, tornou-se uma visitandina em Caen, que morreu em 16 de junho de 1941. Celina (28 de abril de 1869), carmelita em Lisieux, rebatizada “Irmã Genevieve da Sagrada Face”, que morreu em 25 de fevereiro de 1959. Teresa  (2 de janeiro de 1873), chamada de “Santa Teresinha do Menino Jesus e da Sagrada Face” a caçula que foi carmelita descalça e se tornou santa e doutora da Igreja, que morreu em 30 de setembro de 1897.

Santos Luís e Zélia Martin, nós vos pedimos que intercedeis para que os filhos encontrem sua verdadeira vocação. Que sejam conduzidos pela vida por seus anjos da guarda para realizar a missão que Deus lhes designou. Que os vocacionados à vida religiosa e ao sacerdócio encontrem apoio em suas famílias e amigos para seguirem o chamado do Senhor. Que os corações mais endurecidos sejam quebrados pela graça e que os planos de Deus se realizem em cada um e em cada família. (coloque aqui suas intenções)

Santo anjo do Senhor, meu zeloso guardador se a ti me confiou a piedade divina, sempre me rege, me guarda, me governa e me ilumina. Amém.

Santos Luís e Zélia Martin, rogai por nós e por nossas famílias.

Pai Nosso, Ave Maria, Glória ao Pai.

Tudo por Jesus, nada sem Maria!

 

SÉTIMO DIA

Pelos relacionamentos entre os casais

Mesmo dividindo as atenções com os filhos e o trabalho, o casal Martin mantinha-se amoroso e apaixonado. As cartas de Zélia refletem o amor que ela sentia por Luís: “Estou muito feliz com ele, pois torna a minha vida muito doce. Meu marido é um santo homem, desejo um igual a todas as mulheres.”

Santos Luís e Zélia Martin, nós vos pedimos que intercedeis pelos casais, que consigam cultivar o amor e a convivência amorosa e pacífica. Que sejam mansos e humildes um para com o outro e se apoiem e escutem. Que se apoiem na fé para enfrentar os problemas matrimoniais e familiares e perseverem na busca por um lar santo. Que sejam libertos do egoísmo e da competição, recebam a graça de perdoar e olhar com misericórdia para o cônjuge.  (coloque aqui suas intenções)

Ó minha Senhora, ó minha mãe, eu ofereço o meu matrimônio a vós. Em prova da minha devoção para convosco, vos consagro hoje e sempre, nossos olhos, nossos ouvidos, nossas bocas, nossos corações e inteiramente todo o nosso ser. E porque assim somos vossos ó incomparável mãe, guardai-nos e defendei-nos como filhos e propriedades vossas. Amém.

Santos Luís e Zélia Martin, rogai por nós e por nossas famílias.

Pai Nosso, Ave Maria, Glória ao Pai.

Tudo por Jesus, nada sem Maria!

 

OITAVO DIA

Pelos relacionamentos familiares

Aos 45 anos Zélia recebe a terrível notícia de que tinha um tumor no seio. Viveu a doença com firme esperança cristã até à morte ocorrida em Agosto de 1877. Com 54 anos, Luís teve que se ocupar sozinho da família. A primogênita tinha 17 anos e a última, Teresa, tinha 4 anos e meio. Então, transferiu-se para Lisieux, onde morava o irmão de Zélia. Deste modo, as filhas receberam os cuidados da tia Celina. Entre os anos de 1882 e 1887 Luís acompanhou as três filhas ao Carmelo. O sacrifício maior para ele foi afastar-se de Teresa que entra para as carmelitas com apenas 15 anos. Luís foi atingido por uma enfermidade que o tornou inválido e que o levou à perda das faculdades mentais. Foi internado no sanatório de Caen. Morreu em Julho de 1894.

Santos Luís e Zélia Martin, nós vos pedimos que intercedeis por todas as famílias, que tenham equilíbrio para lidar com os obstáculos do caminho. Que sejam protegidas pelas milícias celestes diante das provações. Que saibam cuidar de seus idosos com amor e dedicação e que não falte a providência necessária para velhice. (coloque aqui suas intenções)

São Miguel Arcanjo, defendei-nos no combate, sede nosso refúgio contra as maldades e as ciladas do demônio. Ordene-lhe Deus, instantemente o pedimos. E vós, príncipe da milícia celeste, pelo divino poder, precipitai no inferno a Satanás e aos outros espíritos malignos que andam pelo mundo para perder as almas.

Santos Luís e Zélia Martin, rogai por nós e por nossas famílias.

Pai Nosso, Ave Maria, Glória ao Pai.

Tudo por Jesus, nada sem Maria!

 

NONO DIA

Para que Deus seja o Senhor das famílias

Luís e Zélia Martin foram canonizados em 18 de outubro de 2015, tornando-se o primeiro casal cujos cônjuges são declarados santos na mesma data. O matrimônio os santificou. Sua festa é celebrada hoje, 12 de julho, no dia do seu aniversário de casamento.

Santos Luís e Zélia Martin, nós vos pedimos que intercedeis pelas famílias, que consigam cultivar a fé e buscar a santidade, independente dos obstáculos que enfrentam. Que a graça de Deus e o amor e a proteção de Maria estejam presentes iluminando as mentes e corações dos pais e filhos para manterem os olhos fixos no céu, como vós. Que saibam educar seus filhos, consigam prover seu lar com trabalho digno, sejam generosos com os necessitados, sejam bem cuidados nas enfermidades e na velhice assim como vós fizestes. Que cada família busque que seu lar seja como o vosso:  uma amostra do céu na Terra. (coloque aqui suas intenções)

Augusta Rainha dos céus, soberana mestra dos anjos, vós que recebestes de Deus o poder e a missão de esmagar a cabeça de Satanás, nós vos pedimos humildemente: enviai vossas legiões celestes, para que sob vossas ordens e por vosso poder, elas persigam os demônios, combatendo-os por toda a parte, reprimindo-lhes a insolência e lançando-os no abismo. Quem é como Deus? Ó mãe de bondade e ternura, vós sereis sempre nosso amor e a nossa esperança. Ó mãe divina, enviai os vossos santos anjos para nos defenderem e repeli para longe de nós o cruel inimigo. Santos anjos e arcanjos, defendei-nos e guardai-nos. Amém.

Santos Luís e Zélia Martin, rogai por nós e por nossas famílias.

Pai Nosso, Ave Maria, Glória ao Pai.

Tudo por Jesus, nada sem Maria!

Comunidade Olhar Misericordioso

PRÓXIMOS EVENTOS

Curados para amar – A palavra tem poder OUVIR TODOS